Chacina - Anguere | Letra da Música

Chacina - Anguere

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Chacina - Anguere - Letra






Maquina de guerra de baixo da carne
Envenenado pela semente do seu ódio
Dia após dia o conflito é eterno
E os assassinos nunca são condenados

A lamina que rasga sua alma para fora
A bala que alivia o sofrimento e a dor
A sua alma esta indo para o inferno
Pelo menos não vera o terror

Andando pela cena eu vi
Pedaços pelo chão
Braços, pernas, sangue de montão

Assassino, assassino!
Porrada

Chacina - Anguere | Letra da Música. Compartilhe!