Turbulência - Anjos Do Hanngar | Letra da Música

Turbulência - Anjos Do Hanngar

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Turbulência - Anjos Do Hanngar - Letra






Que culpa tenho eu de não querer ser importante?
Eu sei
Importância é apenas um instante
A vida é um filme, personagens vêm e vão
No fluxo da estrada, uns com; outros sem direção
E tudo que eu quero é felicidade, amor e diversão
Nesse mundo o bonde é de passagem
Melhor correr então e pegar carona
No trem doido dessa vida
Rezar pra que nada de mal aconteça
Não ter hora nem lugar
Nem os dias da semana
Lutar, pois pobre de quem tem segurança
Que culpa tenho eu?
Eu não faço planos
Nem todos são iguais, mas sempre os mesmos danos
O amor é uma bomba e muito mais, é conseqüência
Quem vive por aí e só apronta
Um dia se arrebenta
E tudo que me importa nessa vida é essa inconstância
Que existe na disputa, na conquista, na existência
Vou pegar carona, não temer a turbulência
Navegar antes que o sol desapareça
Sem hora nem lugar
Nenhum dia da semana
Duvidar, pois pobre de quem tem certeza

Turbulência - Anjos Do Hanngar | Letra da Música. Compartilhe!