Cerca de Aveloz - Eliezer Setton | Letra da Música

Cerca de Aveloz - Eliezer Setton

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Cerca de Aveloz - Eliezer Setton - Letra






Olhe que eu não ligo se você brigar comigo
Você sabe que castigo nunca me desentortou
Pois se eu consigo fazer "cosca" em seu umbigo
Seu abraço é meu abrigo, sua coxa é o cobertor
Se eu consigo fazer "cosca" em seu umbigo
Seu abraço é meu abrigo, sua coxa é o cobertor

Você sabe que não tem jeito,
Que é herança o meu defeito, que eu nasci namorador
E foi assim que eu lhe arrastei pra minha rede
Você balançou e "quêde" que saiu nem enjoou

Comeu, gostou do meu tempero
Mas me quer prisioneiro numa cerca de aveloz
O que eu fui antes sou agora
Posso costurar pra fora, mas prefiro seu retrós
O que eu fui antes sou agora
Posso costurar pra fora, mas prefiro seu retrós

Cerca de Aveloz - Eliezer Setton | Letra da Música. Compartilhe!