Pout Pourri - Pagodes - Enzo e Henrique | Letra da Música

Pout Pourri - Pagodes - Enzo e Henrique

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Pout Pourri - Pagodes - Enzo e Henrique - Letra






O coqueiro faz o coco e o homem faz o ralo
A enxada faz a cova e o cabo faz o calo
A madrugada bonita quem faz é o cantar do galo
Quem faz o sino gemer é a pancada do badalo
Quem judiou do meu povo eu vi cair do cavalo
Na academia de Letras grandes homens lá estão
Dentro desta academia eu quero cantar no dia
O Pagode do Brotão

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

A casa do João de barro
tem porta e não tem janela
a mesa da minha casa
tem perna e não tem canela
na minha boca tem ponte
mais nunca teve pinguela
o motor do meu carro
tem cavalo e não tem cela
minha sogra tem brabeza
mas não tenho medo dela

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Se a minha vista alcançasse
Onde o pensamento vai
Talvez não sofresse tanto
Por não ver o meu Goiás

Nunca mais minha Araponga
Escutei cantar nas matas
Pra goiana que eu adoro
Eu nunca mais fiz serenata

Quero meu pai e mãe abraçar
Ouvir o sabiá cantador
Na campina o perfume da flor
Lá da serra ver o sol raiar

Quero ver o meu céu estrelado
E o clarão que a lua faz
Ver meu amor que felicidade
Quanta saudade,lá do meu Goiás!
Do meu Goiás!

By:Lana O'Hara

Pout Pourri - Pagodes - Enzo e Henrique | Letra da Música. Compartilhe!