Rupilé - Fantasmão | Letra da Música

Rupilé - Fantasmão

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Rupilé - Fantasmão - Letra






Eu vou pedir a OGUM para abir meus caminhos
Com fé no orinas e guizos não ando sozinho
Samba que samba caboclo samba miudinho
Até quem não é da macumba vai dar um gritinho.

tu és tão bela filha de oxum.
Tu vens do massapê.

Os homens guerreiros filhos de oxum.
O sol no OGUM yê.

Olha o homem do ouro o sopro da vida.
Caoh cabecilê.
Com suas flexas lhe é caçador.
Um te zoguearo.

Vem de aruanda essa é minha cor.
E o rufo do tambo.

Oh bate RU bate, Oh Bate PI bate, Oh Bate LÈ bate.
Bate RU Bate PILÈ.
Bate que bate que bate que bate.
Bate RU bate pilé.
Bate que bate na palma da mão...

Rupilé - Fantasmão | Letra da Música. Compartilhe!