Cigano - Furacão do Forró | Letra da Música

Cigano - Furacão do Forró

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Cigano - Furacão do Forró - Letra






Vento forte que a vida soprou
Derrubou o ninho de amor
Hoje eu sou
Um cigano que foge da dor
Um oceano sem navegador
Hoje eu sou
Um fulano que a sorte marcou
Condenado a ser um sonhador
Hoje eu sou de ninguém

Era lindo o nosso amor
A história de nós dois já teve sua voz
O que vou fazer?
Saber que o fogo apagou
Eu vi as cinzas que o vento carregou
Não sei mais as leis do coração
Se seu corpo ainda queima em minhas mãos
Mas meu beijo e seu olhar tem outra direção


Vento forte que a vida soprou
Derrubou o ninho de amor
Hoje eu sou
Um cigano que foge da dor
Um oceano sem navegador
Hoje eu sou
Um fulano que a sorte marcou
Condenado a ser um sonhador


Hoje eu sou de ninguém
Tava triste o nosso amor
A estrada de nos dois chegou ao seu final
Não me leve a mal
Valeu doeu mas tudo bem
Quem sabe um dia vou gostar de outro alguém
Não sei mais as leis do coração
Se seu corpo ainda queima em minhas mãos
Mas meu beijo e seu olhar tem outra direção


Vento forte que a vida soprou
Derrubou o ninho de amor
Hoje eu sou
Um cigano que foge da dor
Um oceano sem navegador
Hoje eu sou
Um fulano que a sorte marcou
Condenado a ser um sonhador
Hoje eu sou de ninguém

Cigano - Furacão do Forró | Letra da Música. Compartilhe!