Boêmio Da Cantina - Matogrosso & Mathias | Letra da Música

Boêmio Da Cantina - Matogrosso & Mathias

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Boêmio Da Cantina - Matogrosso & Mathias - Letra






Aquela mesa da cantina está molhada
De amargo pranto de bebida e dissabor
Só ela sabe o segredo de um boêmio,
Que ali passou muitas noites sem amor

Nas madrugadas quando apaga a luz da rua
A mesa fica sempre no mesmo lugar
Com as bitucas de cigarro no cinzeiro
De um boêmio que passou a soluçar

Este boêmio sou eu meu destino é chorar
O meu dinheiro é sem valor, amor eu não posso comprar.
Quando a cantina vai baixando suas portas
A mesa fica sempre no mesmo lugar
E o boêmio deixa a mesa e vai andando
Nas ruas mortas á procura do seu lar

Boêmio Da Cantina - Matogrosso & Mathias | Letra da Música. Compartilhe!