Eco-destruição - Modo Avião | Letra da Música

Eco-destruição - Modo Avião

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Eco-destruição - Modo Avião - Letra






O dia vai nascendo outra vez
Ofusca a neblina minha visão
A pálida aurora se desfaz
O sangue está manchado em minhas mãos

Do mar que eu retiro o anzol
Sob o céu nublado de manhã
A vida que renasce ao pôr-do-sol
Morre congelada no convés

E então a vida que havia em outro lugar
Já não pode existir
E não havia mais um dia

A foice que desmata o seu lar
Encobre com tristeza o meu chão
A lança que devasta sem cessar
Alimenta a alma da escuridão

E então a vida que havia em outro lugar
Já não pode existir
E não havia mais um dia

Eco-destruição - Modo Avião | Letra da Música. Compartilhe!