Carne e unha - Os Nonatos | Letra da Música

Carne e unha - Os Nonatos

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Carne e unha - Os Nonatos - Letra






Cara metade, alma gêmea, carne e unha.
Todo mundo é testemunha, do amor que envolve a gente.
Aventureiros a procura de romance
Conosco não terão chance nunca mais daqui pra frente
Seu coração me elegeu a presidente
Nesta eleição o meu mandato é permanente

Pouco ligamos para título de nobreza
Pra status de riqueza mordomia assédio e fama
Respeito mútuo transparência e liberdade
Provam que a felicidade não tem preço pra quem ama
Quando algum tédio por acaso me inflama
O meu remédio é seu amor na nossa cama

Nos aceitamos sem mudar nossos costumes
Sem mentiras sem ciúmes nem restrição de amizades
Pra viver tudo que sonhamos todo dia
A gente precisaria de umas tres eternidades
Seu corpo ferve quando eu tiro intimidades
E o beijo serve pra juntar nossas metades

Eu vivia dia e noite buscando a felicidade
Até encontrar você a minha cara metade
No nosso conto de fadas tem muitas cenas reais
Amar você é um vício que eu não vou deixar jamais

O silêncio faz silêncio quando ficamos a sós
Pra não quebrar o sigilo do que se dá entre nós
Nossos olhos foram cúmplices na junção do nosso par
Dizendo o que os nossos lábios não conseguiram falar

Seu arquivo de palavras guarda em meu interior
Seu rosto está no disquete da internet do amor
Meu coração é um cofre que a porta tem mil segredos
Mas se escancara num toque das digitais dos seus
Dedos

Quando nós nos afastamos por consequencias da vida
Eu sou internado as pressas na U.T.I. da bebida.
Você se sente nas núvens quando me abraça por que
Eu ponho a alma na boca quando vou beijar você

Carne e unha - Os Nonatos | Letra da Música. Compartilhe!