Piolhento - Palhaço Caçarola | Letra da Música

Piolhento - Palhaço Caçarola

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Piolhento - Palhaço Caçarola - Letra






Um dia eu tava lá em casa e minha mãe me disse fio duma égua vem cá
Passou a mão na minha cabeça e os meus piolho começou catar
Ela gritou pro meu pai: -corra aqui meu velho, ajude a matar, a cabeça desse nojento, desse piolhento eu vou mandar raspa

Mamãe passava era escabim, e os piolho começou a pula
Ela passava era um pente fina, e os piolho caindo e se manusopa
Eu não queria tirar os bichim, e perto dela eu comecei a chorar
Um dia desse eu tava lá na festa, tirei um da testa e comecei brinca
Um dia desse eu tava lá na festa, tirei um da testa e comecei brinca

Um dia eu fui convidado, pro aniversário, na casa do neguim
Ele buto refrigerante, dois pedaço de bolo e boto salgadin
Quando eu comecei comer, cocei minha cabeça até ferir meu coro
Era os piolho agitado com fome, doido pra comer meu bolo


Mamãe passava era escabim, e os piolho começou a pula
Ela passava era um pente fina, e os piolho caindo e se manusopa
Eu não queria tirar os bichim, e perto dela eu comecei a chorar
Um dia desse eu tava lá na festa, tirei um da testa e comecei brinca
Um dia desse eu tava lá na festa, tirei um da testa e comecei brinca

Piolhento - Palhaço Caçarola | Letra da Música. Compartilhe!