Coração De Cera - Peão Carreiro e Praense | Letra da Música

Coração De Cera - Peão Carreiro e Praense

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Coração De Cera - Peão Carreiro e Praense - Letra






Solidão, lembrança e saudade
É o que me resta agora
Dói o coração quando a gente ama
Alguém que vai embora

A todo instante
Que me lembro dela tenho que chorar
Infelizmente, entre dois amantes
O ciúme existe pra fazer brigar

(Duo) igual a um barquinho no grande oceano
Ela foi embora eu fiquei no cais
Vivendo sozinho nesse desengano
O meu sofrimento agora é demais

Nos braços de outra viver não consigo
Um amor antigo sempre tem raiz
Mesmo que ela tenha um coração de cera
E que me amou só de brincadeira
Foi nos braços dela que eu fui feliz

Igual a um barquinho no grande oceano
Ela foi embora eu fiquei no cais
Vivendo sozinho nesse desengano
O meu sofrimento agora é demais
Nos braços de outra viver não consigo

Um amor antigo sempre tem raiz
Mesmo que ela tenha um coração de cera
E que me amou só de brincadeira
Foi nos braços dela que eu fui feliz

Coração De Cera - Peão Carreiro e Praense | Letra da Música. Compartilhe!