Entre a Vida e a Morte - Peão Carreiro e Praense | Letra da Música

Entre a Vida e a Morte - Peão Carreiro e Praense

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Entre a Vida e a Morte - Peão Carreiro e Praense - Letra






Jamais esqueço aquela noite no hospital
Desesperado eu lhe fazia companhia
A sua dor era também a minha dor
Igual você amargamente eu sofria

A febre alta envolvia o seu corpo
E no delírio sem querer me revelou
Que além de mim também amava outro alguém
E foi por ele que no momento chamou

Naquela hora desejei a sua morte
Cheio de mágoa vi meu mundo se acabando
Naquele instante importuno da verdade
Meu sentimento por você foi distanciando

Deixei você entre a vida e a morte
Fui um covarde como disse o doutor
Pois preferi a perde-la para Deus
Para não vê-la dividindo nosso amor

A febre alta envolvia o seu corpo
E no delírio sem querer me revelou
Que além de mim também amava outro alguém
E foi por ele que no momento chamou

Naquela hora desejei a sua morte
Cheio de mágoa vi meu mundo se acabando
Naquele instante importuno da verdade
Meu sentimento por você foi distanciando

Deixei você entre a vida e a morte
Fui um covarde como disse o doutor
Pois preferi a perdê-la para Deus
Para não vê-la dividindo nosso amor

Entre a Vida e a Morte - Peão Carreiro e Praense | Letra da Música. Compartilhe!