De Cara Cheia - Rionegro e Solimões | Letra da Música

De Cara Cheia - Rionegro e Solimões

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

De Cara Cheia - Rionegro e Solimões - Letra






Novamente na bebida
Outra vez de cara cheia
Complicando a própria vida
Que circula em minhas veias
Novamente é madrugada

E outra vez estou na rua
Com a alma apaixonada
Perdido pelas calçadas
Somente por culpa sua
Pedir para que eu te esqueça
Só aumenta meu castigo
Tirar você da cabeça
Francamente não consigo
É como querer tirar
Do Sol o seu calor
Depois de se apaixonar
Não é fácil superar
As marcas de um amor

Você, você
De tudo é o resumo
Reconheço e assumo
Por que fugir da verdade ?
Você, você
De tudo é a razão
Amarrou meu coração
No esteio da saudade

De Cara Cheia - Rionegro e Solimões | Letra da Música. Compartilhe!