Não Me Deixe Louco - Rionegro e Solimões | Letra da Música

Não Me Deixe Louco - Rionegro e Solimões

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Não Me Deixe Louco - Rionegro e Solimões - Letra






Quem te ligou na noite passada em alta madrugada, fui eu;
Impulsionado pela paixão queria dizer que o meu coração não te esqueceu;
Quem te mandou aquela flor de presente, sem mencionar o nome do remetente,
Fui eu;
Na realidade aquela flor foi mais uma prova que meu amor ainda não morreu;
Não me trate assim pense um pouco em mim, não me mate aos poucos;
Volta pro meu coração e vem acabar com a solidão, não me deixe louco;

Não me trate assim pense um pouco em mim, não me mate aos poucos, volta pro meu coração e vem acabar com a solidão,
Não me deixe louco;


Quem te mandou aquela flor de presente, sem mencionar o nome do remetente,
Fui eu;
Na realidade aquela flor foi mais uma prova que meu amor ainda não morreu;
Não me trate assim pense um pouco em mim, não me mate aos poucos;
Volta pro meu coração e vem acabar com a solidão, não me deixe louco;

Não me trate assim pense um pouco em mim, não me mate aos poucos, volta pro meu coração e vem acabar com a solidão...
Não me deixe louco... não me deixe louco... não me deixe louco!

Não Me Deixe Louco - Rionegro e Solimões | Letra da Música. Compartilhe!