A Fazenda do Colono - Sérgio Reis | Letra da Música

A Fazenda do Colono - Sérgio Reis

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

A Fazenda do Colono - Sérgio Reis - Letra






Companheiros e parentes, amigos da faculdade
Hoje muito contente - falo com sinceridade.
Me criei nesta fazenda até os quinze anos de idade
Hoje volto novamente ai, pra matar minha saudade.

Meu pai sempre foi colono lutou com dificuldade
E com muito sacrifício ma mandou pra faculdade
Pra manter-me nos estudos que passou, só Deus que sabe
Mesmo assim me deu conselho ai, me dando tranqüilidade.

Se hoje sou um engenheiro com escritório na cidade
Ganhando algum dinheiro com bem mais facilidade
Agradeço a esse velho que está aqui do meu lado
Que lutou barbaridade até que me viu formado.

Quem ainda não conhece quem é este homem trigueiro
Apresento é meu pai, meu amigo e companheiro
Que em minhas horas difíceis sempre foi meu companheiro
Hoje com ajuda de Deus faço dela um fazendeiro.

Em homenagem a meu pai que dou esta churrascada
Pois comprei esta fazenda, foi de porteira fechada -
Comprei tudo em nome dela , ele agora é o novo dono
De hoje em diante vai chamar: A Fazenda do Colono.

A Fazenda do Colono - Sérgio Reis | Letra da Música. Compartilhe!