Esquina Puta Cocaína - Tianastácia | Letra da Música

Esquina Puta Cocaína - Tianastácia

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Esquina Puta Cocaína - Tianastácia - Letra






Hoje, mais um moleque me parou na rua,
E da janela do carro com a pele da cor de barro, tão diferente da sua,
Me disse, hoje eu não queria acordar, hoje não tenho que comer,
Hoje não quero mais chorar, hoje não quero mais viver,

Ninguem te escuta,
É tudo filho da ...,
Selvageria,
Esquina puta e cocaína,

Solidão e dor é tão real pra mim, sem destino o medo e a dor que não tem fim
São meus aliados, os anjos desacompanhados, sim
Tô cansado de esperar alguém olhar pro lado e dar a mão pra mim,
Acaso, cola, esquina, maconha e cocaína e mais um avião subiu,

São meus aliados os anjos desacompanhados sim

Ninguem te escuta,
É tudo filho da ...,
Selvageria,
Esquina puta e cocaína,

Menino preto chega do seu lado, te mostrando flores coloridas que você
Sempre viu, e o seu não consegue ser mais triste, que aquele menino
Preto pra quem você nunca sorriu

São meus aliados os anjos desacompanhados sim

Menina branca chega no seu carro, te monstrando partes coloridasque
Você nunca viu, e o seu sim consegue ser mais triste que aquela menina,
Branca com quem você nunca saiu,

São meus aliados os anjos desacompanhados sim

Ninguem te escuta,
É tudo filho da ...
Selvageria,
Esquina puta e cocaína.

Esquina Puta Cocaína - Tianastácia | Letra da Música. Compartilhe!