De Cara a Cara - Valderi e Mizael | Letra da Música

De Cara a Cara - Valderi e Mizael

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

De Cara a Cara - Valderi e Mizael - Letra






Não sou de mandar bilhetes
Nem cartas nem telegramas
As vezes mando ramalhetes
E flores para quem mi ama

Mando rosas para minha mãe
E cravos para minha irmã
E pode ser que você receba um buque
Amanhã de manhã

Porém depende da sua resposta
Na entrevista que lhe faço agora
Sinceramente se você mi gosta
E se não gosta diga sem demora

De cara a cara neste momento
Para evitar maiores dessabores
Confesse agora mas sem fingimentos
Pessoa fingida não merece flores

De Cara a Cara - Valderi e Mizael | Letra da Música. Compartilhe!