Nem Ata, Nem Desata - Valderi e Mizael | Letra da Música

Nem Ata, Nem Desata - Valderi e Mizael

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Nem Ata, Nem Desata - Valderi e Mizael - Letra






Você nem ata, nem desata
Sutilmente me maltrata judiando tanto assim
Eu então fico possesso
Falo coisas que não meço pra te machucar também
Mas quando a gente está amando
Eu sinto você derramando seu suor pelo meu corpo
No momento eu me transformo
Num navio de super luxo e me ancoro no seu porto

Você me agarra e me tortura
E eu chego a loucura feito um animal no cio
Eu te amo do avesso
Pelo avesso do avesso pelo corpo um arrepio
No aconchego do seu braços
Eu descanso meu cansaço e lhe deixo sem saída
Me relaxo por inteiro
E então sinto seu cheiro de mulher cheia de vida

Não da mais, sair da sua vida nunca mais
Vamos parar com brigas tão banais
O tempo vai se encarregar de nós, de nós
Não dá mais não quero te perder de modo algum
Pois quando estamos juntos somos um
Te quero como o ar que eu respiro

Nem Ata, Nem Desata - Valderi e Mizael | Letra da Música. Compartilhe!