Última Serenata - Zilo e Zalo | Letra da Música

Última Serenata - Zilo e Zalo

Letras de A - Z, de diversos estilos musicais

Última Serenata - Zilo e Zalo - Letra






Nesta minha tristonha seresta
Venho dar-te adeus, oh querida
Tendo a lua como testemunha
Nesta nossa triste despedida
Sei que dorme sonhando com outro
Desprezando quem vive a te amar
Levarei no meu peito esta dor
Só porque seu amor eu não pude comprar

Tu bem sabes que sou muito pobre
Só amor eu tenho pra te dar
Partirei soluçando sozinho
Porque sei que tu vais se casar
Venha ao menos um pouco à janela
Para ouvir meu violão soluçar
Sob a luz de um luar cor de prata
Outra serenata não hei de cantar

Muito embora tu me desprezastes
Eu te amo com sinceridade
Não te esqueças meu bem que a riqueza
A ninguém traz a felicidade
Se um dia quiseres voltar
Tornarei dar-te o meu coração
A teu lado a vida é tão boa
Quem ama perdoa, terás meu perdão

Última Serenata - Zilo e Zalo | Letra da Música. Compartilhe!